No ano em que celebra dez anos de existência, o MEXE voltará a reunir cidadãos, artistas e estruturas em dez dias de programação que pretendem despoletar espaços de confluência da criação artística que contamina e é contaminada pelas realidades sociais e políticas. À sexta edição, o evento propõe uma reflexão em torno d’O Risco e, para além do Porto, vai contar com extensões a outras cidades do país. Está já aberto o período de apresentação de propostas para projectos nos formatos diversos que possam integrar a programação para 2021. A open-call permanecerá aberta até ao próximo dia 4 de dezembro e poderão candidatar-se projetos que integrem diferentes áreas artísticas como Teatro, Dança, Música, Artes Circenses, Performance, Pintura, Escultura, Vídeo, Fotografia, Novos Media, Instalação, Design, Arquitetura, entre outras. A ter lugar entre os dias 17 e 26 de setembro de 2021, o MEXE voltará a apresentar uma programação orientada em quatro eixos fundamentais: Apresentação, Pensamento, Formação e Documentação. 

Os projetos finais a apresentar publicamente serão avaliados e selecionados por um júri independente, nacional e internacionalmente reconhecido em diferentes áreas artísticas, bem como por elementos representantes dos grupos comunitários da PELE. O regulamento e detalhes poderão ser consultados em www.mexe.org.pt

Comente

O seu endereço de email não será publicado.

Participação no MEXE

• Para a participação nas ações é obrigatório o levantamento de bilhete nos espaços onde estas se realizam. São exceções os seguintes projetos: Herbário Anticolonial e AS BRAVAS: um manifesto, para as quais a inscrição se deve realizar através de mexe.org.pt

• São exceções as ações apresentadas na Culturgest, CRL – Central Elétrica, Teatro Carlos Alberto/TNSJ, Teatro Municipal do Porto.Campo Alegre e Teatro Viriato.

• A bilheteira estará disponível apenas uma hora antes do início das apresentações, no local onde acontecem.

Scroll to Top