Do alinhamento da sexta edição do MEXE, surgem mais três nomes. azevedo é um projeto de criação artística regenerativa, proposto pela PELE que, a partir do território de Azevedo (Campanhã, Porto), questiona padrões alternativos de ser, fazer e viver em vizinhança. Da autoria de Bruno Kowalski, Máquina de Ruído é uma instalação digital que publica frases de discursos urgentes resultantes da participação de públicos, na construção de uma grande manifestação virtual, desenhada exclusivamente para o MEXE. Mynda Guevara é um dos mais interessantes, instigantes e disruptivos nomes do hip hop nacional. MC em causa própria, faz da sua música um espaço de emancipação para o seu lugar de mulher na sociedade e na música.

Scroll to Top